Roupa nova

Em abril deste ano, a Câmara Legislativa se mudará para sua sede definitiva, após anos ocupando precariamente um edifício emprestado por outro órgão, que teve suas atribuições reduzidas. A nova sede, em verdade, não é mera construção funcional, mas um verdadeiro palácio de aço, concreto e vidro, projetado para abrigar um dos Poderes do Distrito Federal. Uma estrutura digna de receber os representantes do povo do Distrito Federal.

Justamente por essa ocasião, é preciso refletir nas palavras do filósofo americano Henry D. Thoreaux:

I say, beware of all enterprises that require new clothes, and not rather a new wearer of clothes. If there is not a new man, how can the new clothes be made to fit? If you have any enterprise before you, try it in your old clothes. All men want, not something to do with, but something to do, or rather something to be. Perhaps we should never procure a new suit, however ragged or dirty the old, until we have so conducted, so enterprised or sailed in some way, that we feel like new men in the old, and that to retain it would be like keeping new wine in old bottles. (…) Otherwise we shall be found sailing under false colors, and be inevitably cashiered at last by our own opinion, as well as that of mankind. (perdoem minha incapacidade de traduzir esta passagem: em suma, ela fala que mais importante do que ter uma roupa nova, é ser um homem renovado, que justifique a nova aparência, e que esta não sirva apenas para camuflar o mesmo e gasto homem de antes.)

Analogamente, mais importante do que ocupar uma nova – e bela – casa, é ter a dignidade e competência necessárias para ocupá-la. Mas, em seu estágio atual, a CLDF ainda não demonstrou essa capacidade.

Os desafios do século XXI exigem da administração pública transparência, agilidade e eficiência em sua atuação, e o Poder Legislativo não pode se furtar de suas responsabilidades perante a população sob justificativa alguma, quanto menos a de obediência a procedimentos arcaicos e ineficientes. E a adoção de mecanismos de acompanhamento e controle do processo legislativo, transparência e publicidade da atuação dos parlamentares (com a disponibilização do Diário da Câmara Legislativa em meio digital), a criação de regras claras e coerentes de tramitação das proposições, bem como a gestão eficaz de seus recursos humanos e materiais são apenas algumas das medidas necessárias para se alcançar um próximo estágio de desenvolvimento institucional.

Além da profunda limpeza moral pela qual precisa passar, a Câmara Legislativa do Distrito Federal precisa se modernizar, adotando os meios necessários para alcançar seu objetivo maior, que é trabalhar na construção de uma sociedade mais livre, justa, próspera e solidária.

Se não o fizer, a própria cidadania da população do Distrito Federal estará em jogo.

Anúncios

One response to this post.

  1. Puxa, o site esta ficando fantastico. Parabens! Seria interessante ver um contador em algum lugar para saber quantas pessoas estao passando por aqui.
    Um grande abraco,
    Guga

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: