Archive for abril \14\UTC 2011

Prêmios!

Caros alunos,

por ocasião da entrega das redações, e para comemorar o final do trimestre, vou distribuir prêmios para os autores das seguintes redações:

  • i. com as maiores notas (da Asa Sul e do Sudoeste); e
  • ii. com o tema e abordagem mais peculiar.

O resultado sai na quarta que vem, no dia seguinte à entrega das redações.
Abraço,

Pedro

Redação – Entrega: 19/04!

Caros alunos,

este trimestre tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o Brasil, o funcionamento do Estado e do Governo e nossa condição de cidadãos. Mas ainda há muito o que conhecer e nosso tempo é curto demais.

Como última atividade do período, gostaria que vocês escrevessem uma redação, de 20-30 linhas (ok, pode ser digitada – Fonte Times ou equivalente, tamanho 12, espaçamento entrelinhas em 1,5) seguindo as instruções abaixo.

Prazo para entrega: terça-feira que vem, dia 19 de abril. Como terão ADI nesse horário, o trabalho deve ser entregue para a Ítala (Asa Sul) ou Carla (Sudoeste). Qualquer dúvida, escrevam.

Abraço e bom trabalho,

Pedro

—//—

A Constituição estabelece as diretrizes para todas as áreas de atuação do Estado. Cabe aos governantes, com apoio da população, trabalhar para atingir essas metas. Abaixo estão algumas dessas diretrizes. Escrevam sobre um desses temas, comentando a situação atual da área e as perspectivas brasileiras.

ORDEM ECONÔMICA – Art. 170. A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social (…)

POLÍTICA URBANA – Art. 182. A política de desenvolvimento urbano, executada pelo Poder Público municipal, conforme diretrizes gerais fixadas em lei, tem por objetivo ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e garantir o bem-estar de seus habitantes.

POLÍTICA AGRÍCOLA E FUNDIÁRIA E DA REFORMA AGRÁRIA – Art. 184. Compete à União desapropriar por interesse social, para fins de reforma agrária, o imóvel rural que não esteja cumprindo sua função social, mediante prévia e justa indenização em títulos da dívida agrária, com cláusula de preservação do valor real, resgatáveis no prazo de até vinte anos, a partir do segundo ano de sua emissão, e cuja utilização será definida em lei.

SAÚDE – Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

EDUCAÇÃO – Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

CULTURA – Art. 215. O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais.

DESPORTO – Art. 217. É dever do Estado fomentar práticas desportivas formais e não-formais, como direito de cada um (…)

CIÊNCIA E TECNOLOGIA – Art. 218. O Estado promoverá e incentivará o desenvolvimento científico, a pesquisa e a capacitação tecnológicas.

COMUNICAÇÃO SOCIAL – Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

MEIO AMBIENTE – Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá- lo para as presentes e futuras gerações.

Família, Criança, Adolescente, Jovem e Idoso – Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.  – Art. 227. É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

ÍNDIOS – Art. 231. São reconhecidos aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições, e os direitos originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam, competindo à União demarcá-las, proteger e fazer respeitar todos os seus bens.

Nacionalidade e Cidadania

Caros alunos,

como vimos hoje, um dos requisitos para ser eleitor é ser brasileiro. E quem é considerado brasileiro? A Constituição responde essa questão nos seus artigos 12 e 13. Os eleitores, por sua vez, são aqueles especificados pelo art. 14.

O trabalho de hoje consiste em dar início ao alistamento eleitoral de vocês. Para fazer isso, o primeiro passo é cadastrar-se no Título NET, do Tribunal Superior Eleitoral – TSE. Valendo um ponto na nota do portfólio, apresentem o comprovante de inscrição no Título Net na próxima aula.

Para quem já é eleitor cadastrado, procurem o o portal do Tribunal Regional Eleitoral – TRE e solicitem uma certidão de quitação eleitoral (que substitui os recibos de votação). A apresentação da certidão também vale um ponto no portfólio.

Para nossos precoces colegas, que ainda não tenham completado 16 anos, também valendo um ponto, ofereçam tirar a certidão de seus pais ou amigos que tenham votado nas eleições passadas.

Qualquer dúvida, escrevam.